Participação na Semana Mundial de Luta contra a Hanseníase em Belo Horizonte

Participação na Semana Mundial de Luta contra a Hanseníase em Belo Horizonte

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Aproveitando a Semana Mundial de luta contra a Hanseníase, a Prefeitura de Belo Horizonte, no dia 23 de Janeiro de 2017, preparou uma programação através de uma carreta com cinco consultórios para atender a população no centro da cidade.

Representando o setor de dermatologia do Hospital Eduardo de Menezes,da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), o Dr Luiz Alberto Bomjardim Pôrto orientou as pessoas sobre os sintomas iniciais da doença além do tratamento e prevenção da hanseníase.

A hanseníase é uma patologia infectocontagiosa que acomete a pele e nervos periféricos e tem grande potencial incapacitante. O Brasil é o segundo país com maior número de casos novos no mundo. A doença é do tipo granulomatosa causada pela infecção da bactéria Myobacterium leprae. Pode ser classificada em paucibacilar e multibacilar, o que determina o tipo de esquema terapêutico e a duração do tratamento. Essa patologia pode complicar com reações imunomediadas do tipo 1 ou do tipo 2. Uma das manifestações mais comuns de reação tipo 2 é o eritema nodoso hansênico, cujo tratamento de escolha é a Talidomida. 

Convido você para ler o matéria completa no Estado de Minas: Campanha alerta para sintomas de hanseníase em BH

.

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Fique por dentro das últimas novidades