Capacitação em psoríase em Belo Horizonte

Capacitação em psoríase em Belo Horizonte

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Todo dia 29 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Psoríase. Em homenagem a essa data, o Centro de Especialidades da Regional Leste (CEM LESTE) da Prefeitura de Belo Horizonte promoveu capacitação sobre o tema psoríase aos enfermeiros e médicos dos Centros de Saúde da Regional Leste da capital.
O médico responsável pela capacitação foi o dermatologista LUIZ ALBERTO BOMJARDIM PÔRTO –  CRM-MG 54538 / RQE Nº 37982. Segundo o palestrante, o tema é de grande importância para todos os profissionais de saúde não só da Atenção Secundária, como o CEM LESTE, como também da Atenção Primária, Centros de Saúde.

Apresentação de slides utilizada na palestra pode ser solicitada enviando um email para o contato contato@drluizporto.com.br ou clicando no link a seguir: Apresentação de slides.

O gerente do CEM LESTE Mateus Figueiredo Martins Costa relatou que é muito importante haver formação continuada para todos os profissionais da área de saúde e que serão promovidas outras capacitações desse tipo periodicamente dentro da Regional Leste. Considerou que a palestra foi muito produtiva e com impacto positivo para todos os participantes.

Os médicos e enfermeiros participantes elogiaram bastante o evento, relataram que aprenderam muito sobre o tema psoríase e sugeriram que mais palestras do tipo sejam realizados freqüentemente.

Abaixo está uma descrição resumida da doença psoríase
PSORÍASE:
O que é Psoríase?
Doença da pele relativamente comum, crônica e não contagiosa.  Sua causa é desconhecida, mas sabe-se que pode ter causas relacionadas ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e à suscetibilidade genética.

Quais os sintomas?
Os sintomas da psoríase variam de paciente para paciente, conforme o tipo da doença, mas podem incluir: manchas vermelhas com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas, pequenas manchas escalonadas, pele ressecada e rachada, às vezes, com sangramento coceira, queimação e dor, unhas grossas, sulcadas ou com caroços, inchaço e rigidez nas articulações. Em casos de psoríase moderada pode haver apenas um desconforto por causa dos sintomas; mas, nos casos mais graves, a psoríase pode ser dolorosa e provocar alterações que impactam significativamente na qualidade de vida e na autoestima do paciente.

Sabia que a psoríase tem tratamento?
O tratamento da psoríase é essencial para manter qualidade de vida satisfatória. Há vários tipos de tratamento, desde medicações tópicas até medicações orais ou injetáveis. Nos casos leves, hidratar a pele, aplicar medicamentos tópicos apenas na região das lesões e exposição diária ao sol são suficientes para melhorar o quadro clínico e promover o desaparecimento dos sintomas. Já em casos graves, é necessário iniciar tratamentos com medicação via oral ou injetável. Casos muito graves necessitam do uso de remédios chamados imunobiológicos.

Caso tenha algum sintoma suspeito de psoríase, favor procurar o Centro de Saúde mais próximo da sua casa!

A seguir está o link da divulgação do evento dentro do site da Prefeitura de Belo Horizonte: Site PBH.

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Fique por dentro das últimas novidades